Amanda Perobelli / Estadão
Amanda Perobelli / Estadão

Os jovens que vivem a Paixão de Cristo

Encenação de grupo da Igreja São Carlos Borrmeu entra para calendário oficial de São Paulo

Paula Felix, O Estado de S.Paulo

30 Março 2018 | 03h00

No pátio de um antigo orfanato na zona leste da capital, um grupo dedica os sábados e domingos, desde o fim do ano passado, para ensaiar a encenação da Paixão de Cristo. Prestes a completar 21 anos de apresentações, os jovens do Segue-me, da Igreja São Carlos Borromeu, da Vila Prudente, apresentarão hoje a morte e a ressurreição de Jesus pela primeira vez como parte do calendário de eventos da cidade de São Paulo. 

Antes do início dos ensaios e ao final, os jovens fazem uma oração. Com idades entre 15 e 26 anos, eles sorriem e conversam enquanto assistem aos colegas interpretando Jesus, Maria, os apóstolos e demais personagens, e assumem uma postura de seriedade quando encarnam seus papéis.

O trabalho começou em 1997, com aproximadamente 30 jovens que representavam os personagens bíblicos em uma peça que durava entre 30 e 40 minutos. “Agora temos cerca de 150 jovens e a peça dura quase duas horas. Tudo é feito com doações, e parte da verba vem de um almoço que fazemos no mês de fevereiro. Também vamos arrecadar alimentos, mas não há obrigatoriedade”, diz o diretor do espetáculo, o editor de vídeo Douglas Brunelli, de 30 anos.

Brunelli, que interpretou Jesus por quase dez anos e está na direção do evento há sete, afirma que, mesmo não sendo formado por profissionais, o grupo busca melhorar a cada apresentação. “Montamos um grupo de direção que começou a propor coisas novas para melhorar figurino, cenografia, maquiagem e ter iluminação profissional. A gente nunca quer ter profissionais, mas pessoas da comunidade, e o público já sabe que vai ver pessoas novas fazendo papéis de muita importância para a história da humanidade.”

Sem microfones para todos os atores, eles contornaram a situação com gravações. Cada personagem gravou suas falas com a entonação apropriada para as cenas e, nos ensaios, a dublagem do material é treinada. “Gravamos em uma sala na igreja usando computador, microfones e divisórias de madeira para não fazer eco”, diz Brunelli. Embora a peça seja dublada, os jovens se empolgam e é possível ouvir suas vozes se projetando.

A estudante de Educação Física Thainá Lopes Alves, de 21 anos, participa desde 2014. Começou como integrante das cenas de dança, foi Maria Madalena no ano seguinte e, em 2017, ficou como povo (elenco de apoio). “Agora, vou encenar Maria. São experiências totalmente diferentes.” O nervosismo aparece em alguns momentos, mas Thainá diz que os ensaios a deixaram mais confiante. “Quando fui Maria Madalena, não me sentia tão preparada. Agora é diferente. Estou deixando de fazer algumas coisas mundanas para viver o que Maria foi e praticando mais a bondade e o amor ao próximo para viver como ela.”

Ferimentos. No sábado, as cenas foram repassadas pela penúltima vez. Em seu terceiro ano na peça, o consultor financeiro Marcus Vinicius dos Santos Lino, de 22 anos, vai interpretar Jesus pela primeira vez. Para se preparar, ele assistiu a entrevistas com atores que já fizeram o papel em filmes.

Além de deixar barba e cabelo crescer, ele também mudou o corpo. “Engordei 10 quilos em três meses para aguentar a cruz, que pesa 40, 50 quilos. E tem a parte das chicotadas. Arde na hora, mas a emoção é grande.” Ele parou de treinar muay thai e futebol para evitar contusões.

O jovem muda quando está na pele de Cristo. O olhar se torna contemplativo, os passos e os gestos ficam mais lentos. Ao fim, marcas avermelhadas tomam o peito de Lino. 

O ensaio acaba com todos sorridentes, se aplaudindo, e o agradecimento também é ensaiado. Os integrantes se abraçam e se curvam diante de um público, naquele momento, imaginário.

ONDE ASSISTIR:

 

IGREJA SÃO CARLOS BORROMEU 

DE VILA PRUDENTE

Quando: Hoje, às 19h30

Onde: Casa Madre Assunta Marchetti, localizada na Rua Orfanato, 883, na Vila Prudente

Entrada: 1 quilo de alimento não

perecível

PARÓQUIAS SÃO LUÍS MARIA

GRIGNION DE MONTFORT E 

NOSSA SENHORA DAS DORES

Quando: Hoje, às 19 horas

Onde: Estacionamento do Cantareira Norte Shopping, localizado na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, 11.001, no Jardim Pirituba

Entrada: Gratuita

PARÓQUIA DE SANTA TEREZA 

DE ARTUR ALVIM

Quando: Hoje, às 19h30

Onde: Rua Desembargador Rocha

Portela, 929, em Artur Alvim

Entrada: 1 quilo de alimento não

perecível

PARÓQUIA NOSSA SENHORA 

DO BRASIL

Quando: Hoje, 17 horas

Onde: Praça Nossa Senhora do Brasil, s/nº, no Jardim América

Entrada: Gratuita

PARÓQUIA NOSSA SENHORA 

DA SAÚDE

Quando: Hoje, às 15 horas

Onde: Rua Domingos de Morais, 2.387, na Vila Mariana

Entrada: Gratuita

Mais conteúdo sobre:
Páscoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.