Os fofos da Corte

Ritual democrático

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

11 Outubro 2012 | 03h03

Se macumba ganhasse eleição, o segundo turno em Salvador terminaria empatado nas encruzilhadas. Tem terreiros na cidade trabalhando exclusivamente para as campanhas do DEM e do PT!

Bando de noveleiros

A derrota da Carminha em Avenida Brasil superou a vitória do Corinthians sobre o Boca Juniors na final da Libertadores, transmissão que até segunda-feira passada detinha o recorde de audiência na TV brasileira em 2012. Isso quer dizer o seguinte: a torcida do Flamengo deve estar vendo mais novela que futebol ultimamente!

Primavera carioca

O tempo anda tão maluco, mas tão maluco, que os conflitos entre banhistas e policiais no Posto 9, típicos do alto-verão em Ipanema, começaram oficialmente na terça-feira. Eu, hein!

Em campanha

A família Obama fez dia desses uma festinha com bolo e tudo na Casa Branca para comemorar o quarto aniversário de Bo, o primeiro-cachorro americano. Só lembram do bichinho em época de eleição!

Castigo pior

Os condenados no julgamento do mensalão reclamam de barriga cheia: a Justiça de São Paulo mandou Paulo Maluf devolver R$ 21 milhões à Prefeitura.

A meio caminho

Calcanhar de Aquiles pode estar subindo à cabeça de Adriano! O Imperador não treinou ontem com dores nas costas.

Só pensa naquilo

O candidato republicano Mitt Romney aplaudiu a ordem de Mano Menezes para atacar o Iraque hoje à tarde!

Depois de condenar José Dirceu e se eleger formalmente presidente do STF, o ministro Joaquim Barbosa não tem sentido mais nem dor nas costas, apesar da quantidade de tapinhas que vem levando nelas desde o início do julgamento do mensalão!

Com aprovação popular decerto superior à da presidente Dilma, o relator da Ação Penal 470 anda tão cheio de si com o desfecho do caso que nem se irrita mais com o contraditório do revisor Ricardo Lewandowski, aborrecimento que lhe custou sabe Deus quantas sessões de pilates com o fisioterapeuta do tribunal.

Joaquim Barbosa custou, sobretudo, a perceber que não há nada mais contundente que deixar alguém falando sozinho em defesa de José Dirceu.

A condenação em série, enfim, tirou-lhe dos ombros um peso incompatível com a postura de quem vai presidir a mais alta Corte do País.

Repara só no jeitinho do ministro Ayres Britto! Fala sério: tem coisa mais fofa que o atual presidente do STF? Sua aposentadoria despertou em muita gente a vontade de levá-lo para casa.

Se bem que, entre os intelectuais, a preferida é a ministra Carmem Lúcia, outra fofa da Corte, né não?

Cruz-credo

"ME PEGARAM PARA

ZÉ DIRCEU

NA GRÉCIA!"

Angela Merkel,

chanceler alemã,

após visita a Atenas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.