Órgão diz que vai terminar reforma de posto com falhas

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) informou que a unidade da Armênia, na Avenida do Estado, está na última fase de seu processo de reestruturação e tem 64 orientadores para ajudar os cidadãos, além dos funcionários do atendimento. O órgão promete acabar com as discrepâncias entre a unidade e os outros postos de atendimento - Interlagos e Aricanduva - na capital.

O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2012 | 03h03

O órgão informou ter feito pesquisa que aponta que 90% das pessoas aprovam o serviço nos novos locais.

Em nota, o Detran disse que já foram feitas melhorias no prédio da Armênia, como a instalação de locais para preenchimento de formulários. "Além disso, foram executados serviços de pintura do prédio, paisagismo, reestruturação dos banheiros e instalação de novos bebedouros", informou o texto.

O departamento também estuda ampliar em três horas o período de atendimento da unidade (das 7h às 19h), funcionar aos sábados e abrir estacionamento.

O Detran prometeu reformar a entrada para pedestres da Armênia, organizar o atendimento por senhas e finalizar o treinamento de funcionários. Mas o órgão não informou quando os procedimentos serão concluídos. / B.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.