Organizadores de 'rolezinhos' se reunirão com donos de shoppings

Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial vai chamar cerca de 30 jovens que se destacaram na convocação dos eventos; nomes não foram divulgados

Laura Maia de Castro e Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

28 de janeiro de 2014 | 18h31

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo marcou para esta quarta-feira, 29, um encontro com jovens que organizaram os encontros em shopping centers chamados de 'rolezinhos', representantes desses centros comerciais e o Ministério Público Estadual (MPE)

A intenção do órgão é intermediar um acordo entre as partes para evitar as ações judiciais contra a organização desses eventos em shopping centers. Uma proposta informal é criar espaços nos estacionamento para receber os jovens.

Segundo a assessoria da pasta, há uma negociação com 30 jovens que teriam se destacado na convocação dos 'rolezinhos' nas últimas semanas, com o maior número de seguidores nas redes sociais. A secretaria, no entanto, não divulgou nomes.

Por parte do MPE, foi confirmada a presença do promotor Alfonso Presti, da 4ª Promotoria Criminal da Capital. A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) também participará da reunião.

Tudo o que sabemos sobre:
rolezinhoSão Pauloencontro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.