Operário morre em obra na Avenida Interlagos

Segundo sindicato, uma barra de ferro atingiu a cabeça do pedreiro de 31 anos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

29 de setembro de 2011 | 09h21

SÃO PAULO - Um trabalhador da construção civil morreu na manhã desta quinta-feira, 29, em uma obra na Avenida Interlagos, na altura do número 4.455, na zona sul de São Paulo, onde são construídas três torres residenciais, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores.

 

O funcionário estava no refeitório, tomando café, e decidiu ir comer uma laranja em área próxima ao elevador de carga, quando foi atingido por uma barra de ferro de três metros por 35 centímetros de espessura, que caiu do 18º andar da construção. O acidente aconteceu por volta das 6h30.

 

De acordo com o presidente do Sindicato, Antonio de Sousa Ramalho, na quarta-feira, o Sindicato fez uma fiscalização no canteiro desta obra, detectando inúmeras irregularidades, como péssimas condições de higiene e com diversos itens em desacordo com a Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, além do não atendimento às exigências de normas que estabelecem medidas de controle e sistemas preventivos de segurança.

 

"O Sindicato estava prestes a fazer greve no local, em busca da segurança da integridade física dos operários", relata Ramalho, que já colocou o setor jurídico do Sindicato à disposição dos parentes da vítima, que recentemente perdeu a esposa e deixa uma filha de três anos.

 

Greve. Na sexta-feira, 30, o Sindicato fará uma assembleia no canteiro de obras e proporá a paralisação das atividades até que as irregularidades sejam sanadas. Os órgãos competentes estão no local e os responsáveis pela obra vão prestar depoimento em delegacia.

 

Atualizada às 10h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.