Operário morre em obra de shopping

Rampa caiu no centro de compras ainda em construção no Tucuruvi, na zona norte, e deixou outros dois feridos

GHEISA LESSA, O Estado de S.Paulo

05 Setembro 2012 | 03h09

Um operário morreu e outros dois ficaram gravemente feridos na manhã de ontem durante o desmoronamento de uma rampa de acesso da obra do Shopping Metrô Tucuruvi, na zona norte de São Paulo. Até as 19 horas de ontem, as vítimas ainda não haviam sido identificadas.

A morte de um dos operários foi constatada assim que ele chegou ao Hospital Mandaqui, na zona norte. As outras duas vítimas foram internadas no Hospital Municipal Vila Nova Cachoeirinha e no Hospital das Clínicas.

O acidente aconteceu por volta das 11 horas. O shopping fica entre as Avenidas Doutor Antônio Maria Laet e Tucuruvi e a Rua Paranabi. Os bombeiros prestaram socorro às vítimas pela Rua Paulo de Faria e, às 11h30, o helicóptero Águia pousou na Subprefeitura de Santana-Tucuruvi, a 160 metros da obra. Três viaturas do Corpo de Bombeiros e o helicóptero Águia da Polícia Militar foram enviados ao local.

O operário encaminhado para o Hospital Municipal Vila Nova Cachoeirinha teve fraturas e estava internado em estado estável. O Hospital das Clínicas não informou o estado de saúde da terceira vítima do acidente.

Queda. A Corregedoria da Defesa Civil explicou que uma rampa de acesso entre um andar e outro, construída no interior do shopping, caiu e sobre ela estavam os três operários envolvidos no acidente. A estrutura de concreto tinha cerca de 15 metros e estava no sexto andar do edifício.

Uma equipe de técnicos da Defesa Civil e engenheiros da Subprefeitura de Santana-Tucuruvi foram ao local para fazer vistoria na obra. Os técnicos da Defesa Civil foram fazer avaliações sobre a estrutura do futuro centro comercial. Eles também consultaram a documentação da obra.

Pesar. Por meio de nota, a Assessoria de Imprensa do Shopping Metrô Tucuruvi disse que a direção do empreendimento "lamenta o ocorrido e informa que determinou a imediata apuração da causa do acidente". Afirma ainda que está "prestando todo o apoio aos envolvidos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.