Operário morre e outro fica ferido em obra da Sabesp em SP

Paredes de um buraco cederam e soterraram os funcionários de uma empresa terceirizada na zona sul

Ricardo Valota, do estadão.com.br, e Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

08 de abril de 2008 | 05h24

Dois funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços para a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) foram soterrados, por volta das 2h15 desta terça-feira, 8, após as paredes de um buraco cederem na altura do nº 2.351 da Avenida Yervant Kissajikian, na região de Cidade Ademar, zona sul da capital paulista.   Segundo o Centro de Operações dos Bombeiros, uma das vítimas ficou soterrada por completo e, com parada cardiorrespiratória, morreu quando era atendida no pronto-socorro do Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya, no Jabaquara. Outra, com lama até a cintura, sofreu ferimentos leves e passa bem. Um terceiro também foi hospitalizado por ter ficado em estado de choque.   Os bombeiros informaram que os funcionários da Amafi Comercial e Construtora Ltda não escoraram as paredes do buraco, de três metros de profundidade. "Pelo solo ser instável, um buraco dessa profundidade precisa ser escorado", afirmou o tenente Josebie Claudino Bento Filho, do 01º Grupamento de Bombeiros.   Segundo a assessoria de imprensa da Sabesp, no local era feito um assentamento para passagem de tubulação de esgoto. Nem a Sabesp nem os bombeiros sabiam informar os nomes dos operários envolvidos no acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
Sabespobras de esgotoacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.