Operário cai de andaime de 10 m e morre na Ponte dos Remédios

Um operário que trabalhava na recuperação da Ponte dos Remédios, na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, caiu de um andaime de 10 metros de altura, na manhã de ontem, e morreu no local. Antonio Fortunato dos Anjos, de 67 anos, era pedreiro contratado pela Este Reestrutura, responsável pela obra.

CAMILA BRUNELLI, O Estado de S.Paulo

31 Março 2012 | 03h03

A empresa disse, em nota, que "as circunstâncias desta fatalidade estão sendo investigadas e a Este Reestrutura está oferecendo todo apoio à família do funcionário". A Prefeitura não havia respondido à reportagem até a noite de ontem.

O acidente aconteceu por volta das 7h30. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas, quando chegou, Anjos já estava morto.

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil estiveram na obra e, segundo o presidente, Antonio Ramalho, as condições de segurança "deixaram a desejar". Segundo ele, os acidentes vêm aumentando, principalmente com aumento de trabalhadores empregados na construção civil - em 2002, eram 1,7 milhão, ante 3,2 milhões em 2012 - e diminuição da fiscalização.

A ponte passa por reformas para reconstrução de calçada, que caiu em 23 de novembro. Não há previsão para retomada da obra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.