Camila Brunelli/AE
Camila Brunelli/AE

Operação-padrão da PF causa filas em Cumbica

Ação começou às 16h30 e conta com aproximadamente 450 policiais em todo o terminal; normalmente, 120 agentes trabalham em Guarulhos

Camila Brunelli - O Estado de S. Paulo,

16 de agosto de 2012 | 17h54

Texto atualizado às 20h15.

SÃO PAULO - Os passageiros do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, encontram filas na área de embarque na tarde desta quinta-feira, 16, em razão da operação-padrão realizada pela Polícia Federal.

A categoria está em greve desde terça-feira da semana passada e realiza as operações como forma de protesto. A operação consiste em intensificar a fiscalização dos passageiros dos voos internacionais.

Em Guarulhos, a ação começou às 16h30 e conta com aproximadamente 450 policiais em todo o terminal. Geralmente, o aeroporto tem 120 policiais. Por causa da operação-padrão, diversos passageiros chegaram no aeroporto até seis horas antes do voo. Às 20 horas, as filas continuavam. "Nosso voo está marcado para 21h10 e já estamos na fila (16h30) por causa do medo de perder o avião", disse o trader Fred Morgan, de 32 anos, que vai viajar com um amigo para Los Angeles.

Está é a segunda operação realizada em São Paulo desde o início de greve, no dia 7 de agosto. Durante a operação anterior, no dia 9 de agosto, as filas tomaram boa parte do saguão.

Na próxima segunda-feira, 20, os policiais planejam fazer operação-padrão novamente em Cumbica e no Porto de Santos, no litoral. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, deve ter a fiscalização intensificada na terça-feira, 21.

Tudo o que sabemos sobre:
grevePFGuarulhosCumbica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.