Operação da PF contra tráfico ocorre em 5 Estados

A Operação São Francisco, desencadeada nesta segunda-feira, 20, pela Polícia Federal (PF), ocorre em cinco Estados para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão. O objetivo é desarticular uma organização internacional que atua no tráfico de drogas. Após quatro anos de investigações, policiais realizam diligências em São Paulo, Santa Catarina, Bahia, Rio Grande do Norte e Ceará. A operação conta ainda com a cooperação internacional de oito países: Uruguai, Holanda, Bolívia, Inglaterra, França, Espanha, Argentina e Paraguai. A PF tenta desarticular esquema criminoso em que narcotraficantes colombianos transportavam grande quantidade de entorpecente para a Europa utilizando-se de empresas de exportação de frutas sediadas no Brasil e em outros países da América do Sul. No último sábado, foram presos no Uruguai sete dos investigados (cinco colombianos e dois brasileiros) com aproximadamente meia tonelada de cocaína pura. A prisão aconteceu no momento em que descarregavam a droga em uma fazenda na cidade de Salto, a 500 quilômetros de Montevidéu. Gustavo Duran Bautista, preso no Uruguai e considerado líder da organização, é empresário especializado no ramo de exportação de frutas, proprietário de três fazendas no Brasil e exterior. Montou um verdadeiro império com o dinheiro obtido com o narcotráfico. Na Europa, também é dono de empresas de importação e exportação. Os responsáveis pela investigação darão mais esclarecimentos sobre a operação hoje à tarde, na sede da Polícia Federal em São Paulo.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

20 de agosto de 2007 | 11h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.