Ônibus voltam a circular em Jundiaí depois de oito dias em greve

Tribunal Regional do Trabalho considerou paralisação abusiva; não houve acordo entre empresas de transporte e trabalhadores

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

23 Maio 2014 | 09h34

JUNDIAÍ - Depois de oito dias em greve, os ônibus voltaram a circular na madrugada desta sexta-feira, 23, em Jundiaí, no interior de São Paulo. O retorno ao trabalho foi decidido depois que o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) considerou a paralisação abusiva, em julgamento encerrado na noite de quinta-feira, 22.

Na audiência de conciliação que antecedeu o julgamento, não houve acordo entre as empresas e representantes dos trabalhadores. O TRT definiu o reajuste salarial em 8% - a categoria reivindicava 15%, além de aumento no vale-refeição e participação nos lucros.

A greve atingiu os 4 mil trabalhadores das três empresas contratadas pela prefeitura para o transporte público. Durante a paralisação, 35 ônibus foram depredados, crimes que estão sendo investigados pela Polícia Civil.

Mais conteúdo sobre:
Greve Paralisação Ônibus Jundiaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.