Ônibus voltam a circular após paralisação na zona sul de SP

Segundo a SP Trans, cerca de 200 mil passageiros foram afetados; greve foi encerrada após o enterro do corpo do diretor do Sindicato dos Motoristas e Cobradores, assassinado ontem

Priscila Trindade - Central de Notícias,

26 de outubro de 2010 | 11h07

SÃO PAULO - Começaram a circular de forma gradativa as 10h45 desta terça-feira, 26, os cerca de 500 ônibus da Viação Itaim Paulista (VIP), que entraram em greve a zero hora de hoje em protesto contra a morte do diretor do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de São Paulo, Sérgio Augusto Ramos, assassinado na madrugada de segunda-feira, 25, enquanto fazia panfletagem em frente à empresa. Segundo a SP Trans, cerca de 200 mil passageiros foram afetados.

 

Veja também:

link Diretor do sindicato dos motoristas de ônibus é assassinado

 

A VIP opera linhas que ligam a zona sul ao centro da capital. No total, cerca de 500 ônibus deixaram de sair das garagens na região do Guarapiranga e do M'Boi Mirim. A SPTrans acionou o Plano de Apoio à Empresa em Situação de Emergência (Paese), destinando 99 coletivos para atender os passageiros. De acordo com a SPTrans, o Paese continua em operação até que a circulação seja totalmente normalizada. A paralisação deixou os pontos de ônibus da região cheios durante toda a manhã.

 

A greve foi encerrada após o enterro do corpo de Ramos, que foi velado as 10 horas no cemitério Parque das Cerejeiras, na Estrada do M'Boi Mirim, próximo à garagem da empresa onde trabalhava.

 

Segundo a SPTrans, a VIP Guarapiranga tem 245 ônibus e opera 25 linhas e VIP M'Boi Mirim opera 18 linhas com 251 ônibus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.