Ônibus fretados já fazem bate-volta de Santos a Barueri

A movimentação no Rodoanel já conta até com ônibus fretados que vêm do litoral em direção à Região Metropolitana. Gilson Pereira, presidente de uma associação de fretados de Santos, afirma que há pelo menos cinco linhas operando diariamente no trajeto Baixada Santista-Barueri.

, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2010 | 00h00

Os passageiros são na maioria moradores de Santos que trabalham na cidade da Região Metropolitana. O Rodoanel se tornou uma alternativa quando a Prefeitura de São Paulo restringiu os fretados na capital.

O próprio Pereira diz ter se beneficiado com a nova pista. Como também atua como agente de jogador de futebol, Pereira vai frequentemente ao interior.

"Agora vou duas vezes por semana a Piracicaba, Sorocaba ou Campinas. Antes do Rodoanel, ia só uma vez a cada 20 dias", conta o empresário, que só lamenta o trânsito na entrada de Santos. Nem mesmo a cobrança de pedágio, ainda sem data para começar, vai afugentá-lo, garante.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) avalia que a tarifação não será desestímulo. Segundo a Artesp, o processo de concessão do trecho está em andamento e a cobrança não começará neste ano. No Trecho Oeste, os automóveis pagam atualmente R$ 1,35.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.