André Lessa/AE
André Lessa/AE

Ônibus com combustível menos poluente começam a circular em SP

Frota com 1.200 veículos terá 20% de biodiesel, o que reduz emissão de CO²; expectativa é que todos os coletivos sejam 'limpos' até 2018

Marília Lopes, Central de Notícias

11 Fevereiro 2011 | 12h30

SÃO PAULO - A partir desta sexta-feira, 11, a frota de São Paulo terá 1.200 ônibus circulando com combustível menos poluente. Parte da frota da empresa irá circular com um combustível que tem 20% de biodiesel, o que gera uma emissão 22% menor de dióxido de carbono, um dos gases causadores do efeito estufa.

 

Veja também:

linkDiesel responde por 53% das emissões de poluentes

 

Por enquanto todos os ônibus que circulam com o combustível menos poluente terão selos identificando que é um veículo mais limpo. A empresa VIP tem uma frota de dois mil ônibus. Segundo a São Paulo Transporte (SPTrans), a empresa, que opera linhas nas zonas leste e sul, terá todos os ônibus circulando com 20% de biodiesel até o próximo mês.

 

Para maio de 2011, está previsto o início da operação de 50 ônibus movidos a etanol e novos testes com um veículo híbrido que funciona com baterias enquanto está parado nos pontos ou circulando a menos de 20 km/h.

 

Segundo a SPTrans, a chamada Ecofrota será implantada em todos os 15 mil ônibus que circulam pela cidade até 2018. Os veículos devem usar biodiesel ou etanol híbrido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.