ONGs denunciam abuso policial à ONU e à OEA

Seis ONGs de direitos humanos denunciaram ontem à Câmara, à Organização das Nações Unidas e à Organização dos Estados Americanos abusos durante as ocupações dos Complexos do Alemão e da Penha, zona norte do Rio. Elas criticam a ideia de "vitória" sobre o crime, falta de controle sobre os policiais e cobram a identidade das vítimas e situação das mortes registradas.

PEDRO DANTAS, O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2010 | 00h00

No relatório há depoimentos sobre tortura, ameaça de morte, invasão de domicílio, injúria, corrupção, roubo, extorsão e execução. Policiais estariam se revezando em busca de dinheiro, joias, drogas e armas - em parte desviadas para as milícias.

A Secretaria de Segurança do Rio disse desconhecer o relatório, mas que as corregedorias das polícias abriram cerca de 50 investigações. A Defensoria Pública também atua nos Complexos.

Segundo o Exército, o general Fernando Sardenberg assumirá o comando das operações até o fim do ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.