ONG reúne lideranças em seminário sobre filmagens nesta terça

ONG reúne lideranças em seminário sobre filmagens nesta terça

Objetivo é discutir como vídeos de violações de direitos humanos podem ser usados de maneira estratégica pela comunidade

O Estado de S. Paulo

15 Dezembro 2014 | 15h14

SÃO PAULO - A organização não-governamental (ONG) norte-americana Witness realiza nesta terça-feira, 16, em São Paulo o seminário "Vídeo como Prova Jurídica na Defesa e Promoção dos Direitos Humanos no Brasil". O objetivo é discutir como vídeos de violações de direitos humanos podem ser usados de maneira estratégica para garantir direitos e fortalecer ações judiciais.

O evento acontece das 9h às 18h na sede da Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp), no centro de São Paulo. Lideranças comunitárias, advogados e defensores públicos foram convidados a participar do encontro.

Para Priscila Néri, da Witness, o vídeo tem um potencial enorme de gerar repercussão e sensibilizar autoridades. "Muitas vezes, um vídeo de uma violação de direitos humanos viraliza nas redes sociais e isso pressiona o governo a tomar medidas específicas. No entanto, muitos outros vídeos circulam nas redes sem gerar repercussão apesar de conter imagens com alto potencial para servir de provas", afirmou o ativista.

"Por isso, o vídeo precisa ser pensado de forma estratégica e com atenção especial aos riscos à segurança das pessoas filmadas para, de fato, contribuir para a defesa dos direitos humanos."

Mais conteúdo sobre:
Witness

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.