EFE/SEBASTIÃO MOREIRA
EFE/SEBASTIÃO MOREIRA

ONG faz protesto contra chacina na Grande São Paulo

Ao menos dez manifestantes usaram mordaças e ficaram por cerca de uma hora segurando faixa com a inscrição: 'Quem matou os 18?'

O Estado de S. Paulo

20 de agosto de 2015 | 11h29

SÃO PAULO - Integrantes da ONG Rio de Paz fizeram um ato na manhã desta quinta-feira, 20, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na região da Avenida Paulista, contra a chacina que resultou em 18 mortes e deixou seis feridos em Osasco e Barueri no último dia 13.

Ao menos dez manifestantes usaram camisas pretas e mordaças e ficaram por cerca de uma hora segurando uma faixa com a inscrição: "Quem matou os 18?".

Em sua página no Facebook, a entidade explicou o intuito da manifestação.

"Manifestantes, vestidos de camisa preta e amordaçados, permanecerão de pé das 7h às 8h com o objetivo de expressar solidariedade aos parentes das vítimas da chacina de Osasco-Barueri e cobrar do Governo do Estado de SP a elucidação da autoria de crime que interrompeu a vida de 18 brasileiros; gente que teve a infelicidade de morar numa região onde seres humanos são considerados matáveis."

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloViolênciaAvenida Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.