''Olhei a garota e entrei com tudo na Kombi. Perda total''

Olhar "algo" fora do carro foi a segunda maior causa de distração que levou a situações de risco dos motoristas - 19% do total. Fica atrás apenas do uso de celular ao volante. De acordo com a pesquisa, esse "algo" inclui desde mulher bonita até carro chamativo, pessoas famosas ou crianças atravessando a rua.

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

06 Julho 2011 | 00h00

Foi o que aconteceu com o supervisor Rian Lima Azevedo, de 41 anos. Ele dirigia por Petrópolis, quando teve a atenção desviada para uma moça no ponto do ônibus. "Dei aquela olhada indiscreta. Não vi que a Kombi que seguia à frente havia parado e entrei com tudo. O carro teve perda total", lembra Azevedo. Ele confessa que ainda atende o celular enquanto dirige. "É preciso ter bom senso e eu não faço isso no trânsito intenso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.