SSP
SSP

Oito são presos com 4,5 toneladas de maconha sob carga de milho em Atibaia

A carga era procedente de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2019 | 09h39

SOROCABA – A denúncia de um morador levou a Polícia Militar a apreender 4,5 toneladas de maconha escondidas sob a carga de milho de um caminhão, na madrugada desta sexta-feira, 18, em Atibaia, no interior de São Paulo. Oito pessoas que descarregavam a droga foram presas em flagrante por tráfico de entorpecentes. É a maior apreensão da droga no Estado neste início de ano. A carga era procedente de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai.

O morador desconfiou da movimentação em torno da carreta, escondida num pesqueiro desativado, no bairro do Tanque, na zona rural, e abordou uma viatura da PM que fazia ronda para coibir roubos de cargas na região. Os policiais chegaram ao local no início da madrugada e flagraram os suspeitos – sete homens e uma mulher – retirando da carreta os fardos com a droga. Alguns deles tinham se deslocado da capital para buscar parte da maconha, que seria distribuída na zona norte de São Paulo.

Os suspeitos e a droga foram levados para a delegacia da Polícia Civil em Atibaia. Os policiais passaram a madrugada pesando a carga de entorpecente. Conforme a Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso do Sul, as apreensões de maconha caíram 22% em 2018 no Estado, em comparação com o ano anterior. Foram apreendidas 332 toneladas, enquanto em 2017 tinham sido 425,9 toneladas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.