Oito são presos após assalto a banco na zona leste de SP

Na zona sul, bando com 15 homens roubou agência e conseguiu fugir com os malotes de dinheiro

Solange Spigliatti, estadao.com.br

06 Março 2009 | 17h22

Oito homens foram presos na manhã desta sexta-feira, 06, após um roubo a uma agência do Banco do Brasil, na Vila Rica, zona leste da capital paulista. Segundo o comandante do 19.º Batalhão da PM, tenente coronel Valter Alves Mendonça, os bandidos chegaram ao banco, na Avenida Inconfidência Mineira, junto com a Avenida Nacionalista, por volta das 10 horas, em três carros roubados - entre eles uma Zafira blindada e um Classe A.   Policiais de uma base próxima ao banco foram avisados por um pedestre que havia suspeitos em frente à agência. Ao chegarem ao local, se depararam com os suspeitos saindo com um malote de dinheiro, já recuperado. Os bandidos fugiram e começou uma perseguição.   Durante o percurso, os bandidos roubaram outros veículos, totalizando seis carros usados no assalto. Segundo o comandante, todos eles já foram recuperados. Durante a perseguição, um pedestre foi atingido nas nádegas de raspão. Foram apreendidas granada, metralhadora e uma pistola. A polícia vai investigar se outros integrantes do bando conseguiram fugir.   Zona sul   Cerca de 15 homens armados invadiram uma agência do Bradesco, no fim desta manhã, na zona sul de São Paulo, segundo informações iniciais da Polícia Militar. Após assaltarem o banco, por volta do meio-dia, o grupo trocou tiros com vigilantes de um carro-forte, que acabava de chegar à agência para entregar os malotes, na Vila Constância.   Os bandidos conseguiram fugir levando os malotes. Ninguém ficou ferido e policiais militares continuam fazendo buscas no local. Não há informação sobre o valor roubado.

Mais conteúdo sobre:
políciaroubo a bancoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.