Oito morrem em Osasco após ataques de origem desconhecida

PM chegou a divulgar que vítimas seriam torcedores do Palmeiras, mas corrigiu a informação

Felipe Tau e Ricardo Valota - estadão.com.br,

12 Julho 2012 | 09h36

atualizada às 10h59

Subiu para oito o número de mortos em seis ataques com arma de fogo ocorridos em Osasco, na Grande São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, 12. Outras nove pessoas feridas foram encaminhadas a três hospitais municipais da cidade, mas a situação de cada um não foi informada pela Secretaria Municipal de Saúde. 

Inicialmente, a Polícia Militar informou que as vítimas de ataques eram torcedores do Palmeiras, que estariam comemorando o título do time na Copa do Brasil, conquistado na noite de quarta-feira. Pela manhã a corporação divulgou  nota corrigindo a informação, informando que "em nenhuma das ocorrências havia torcedores do Palmeiras".

Ainda de acordo com a PM, "os criminosos aproveitaram o horário (do jogo), em que se dava a salva de fogos, para 'disfarçar' o estampido dos disparos de suas armas."

A Polícia Civil, responsável pelas investigações, adotará outras linhas de investigação, informou o comunicado, tendo como ponto de partida o fato de que o local das ocorrências - Jardim Mutinga, Jardim Baronesa e Jardim Munhoz Júnior, na zona norte de Osasco, são pontos de tráfico de drogas.

Visualizar Violência em Osasco em um mapa maior

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.