Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Obras no Largo do Arouche são retomadas; Prefeitura estima concluir em 60 dias

Trabalhos estão parados desde julho por uma decisão judicial que apontava o risco de o novo projeto descaracterizar o local

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2019 | 08h00

SÃO PAULO - As obras do Largo do Arouche serão retomadas nesta quarta-feira, 23,  e devem ser concluídas em 60 dias, segundo a Prefeitura de São Paulo. Os trabalhos foram interrompidos no local no final de julho por uma decisão judicial que apontava o risco de o novo projeto descaracterizar o largo e a ausência de estudos que garantissem não haver danos ambientais e ao patrimônio histórico, cultural, artístico, arquitetônico e urbanístico com a alteração. 

As intervenções são uma parceria da administração municipal com a Associação Viva o Centro, que recebeu da comunidade francesa doações e está administrando todas as etapas do projeto. Os trabalhos no Largo integram o projeto de requalificação do centro da cidade que está sendo executado pela Prefeitura.

Desenvolvido pela empresa Egis, a primeira etapa do projeto do Largo prevê a pavimentação e o nivelamento do passeio do Largo, além da instalação de novo mobiliário urbano (bancos, bebedouros, lixeiras e paraciclos). O objetivo é criar um grande boulevard de uso público, com o espaço destinado preferencialmente para pedestres.

O projeto será feito em duas etapas, com investimento total de R$ 3,8 milhões. Para a primeira etapa foram arrecadados R$2,3 milhões. Estão sendo feitas gestões junto à iniciativa privada para conseguir R$ 1,5 milhão para reformar o mercado das flores.

Outros atrasos

As obras foram anunciadas em maio deste ano, com um ano de atraso e redução do projeto original. Também previsto para ser restaurado, o Mercado das Flores foi retirado do projeto e colocado na segunda etapa de trabalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.