Obras interrompem abastecimento de água para 285 mil

São Caetano do Sul, no ABC, e alguns bairros da zona sul do município de São Paulo vão ser afetados

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

18 de julho de 2009 | 04h28

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) interrompeu, desde à 0h30 deste sábado, 18, o abastecimento de água no município de São Caetano do Sul, no ABC, e em alguns bairros da zona sul do município de São Paulo. A interrupção vai se estender até as 22 horas e se dá em razão do programa de expansão da Linha 2 do Metrô (Verde).

 

A normalização total do abastecimento está prevista para as 7 horas de domingo, 19. O restabelecimento será gradual.

 

A previsão é que sejam afetados cerca de 285 mil moradores, sendo 145 mil em São Caetano e 140 mil em São Paulo. A Sabesp recomenda o uso racional da água armazenada nas caixas residenciais.

 

O corte de água ocorre em função das obras de interligação da adutora Cadiriri/São Caetano do Sul para a construção do pátio de estacionamento e oficinas de trens Tamanduateí, da estação Tamanduateí do programa de expansão da Linha 2 do Metrô, que deverá atender 850 mil pessoas por dia.

 

Os casos de emergência serão atendidos pela Central de Atendimento 195, que funciona 24 horas. A ligação é gratuita.

 

Na zona sul da capital serão afetadas as vilas Cristália, Arapuã, Heliópolis, Carioca, Independência, Moinho Velho, Vera, Bandeirantes, Cidade do Pinhal, Marte, Anchieta, Sacomã, Parque Fongaro; os jardins Santa Cruz, Patente Novo e Maria Estela; favela Heliópolis; e região de São João Clímaco (bairro e favela).

Tudo o que sabemos sobre:
ABCSão Pauloabastecimentoágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.