Obras ficam só no papel

Os principais projetos antienchente do governo estadual e da Prefeitura para a capital vão continuar no papel por mais um verão. Como o Estado mostrou na última semana, obras como as muretas de proteção para o Rio Tietê parar de transbordar e piscinões no centro e na periferia da cidade, prometidas pelo governo estadual, não ficarão prontas até o fim do ano.

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2011 | 03h03

O mesmo vai acontecer com projetos prometidos pela Prefeitura (mais informações na galeria de fotos ao lado). No total, tanto o Estado quanto o Município não haviam contratado sequer 30% do previsto para o ano em obras antienchente até o fim de setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.