Obras devem melhorar trânsito no litoral

Alargamento de pistas, recapeamento e sinalização fazem parte de pacote anunciado ontem pelo governo para cinco estradas das costas norte e sul

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

24 Julho 2012 | 03h07

Um conjunto de 11 obras é a aposta do governo do Estado para melhorar o fluxo de veículos entre as cidades do litoral do Estado na próxima temporada de verão e reduzir os congestionamentos para quem já desceu a Serra do Mar. As intervenções, em cinco rodovias, devem começar já no mês que vem.

Entre as principais intervenções está a abertura de mais uma pista, na altura de Bertioga, da SP-055 (Rodovia Mogi-Bertioga), incluindo alargamento das pontes nos km 92,78, 93,25 e km 97,20 e instalação de iluminação. As obras devem aliviar o gargalo que se forma na entrada da cidade. Outra rodovia que vai ganhar uma pista mais é a Padre Manoel da Nóbrega. Será um trecho de dez quilômetros entre Praia Grande e Mongaguá.

Ao todo, as obras vão custar R$ 101,5 milhões e incluem a recuperação de 200 quilômetros de rodovias. Cada intervenção está sendo licitada em separado e uma mesma construtora poderá fazer mais de uma delas.

A expectativa do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) é de que todas as obras estejam prontas já no verão deste ano. Mas elas ainda dependem do término dos processos de licitações para começar. "Se as licitações ocorrerem normalmente, as obras devem terminar antes do Natal", disse ontem o superintendente do órgão, Clodoaldo Pelissioni.

"São restaurações, eliminações de pequenos gargalos, obras que não são complexas, mas que são importantes para que a gente possa ter um verão mais tranquilo para os turistas que vão para o litoral", diz o superintendente Pelissioni. "A ideia é que, consertando esses gargalos, a gente tenha um fluxo melhor (do trânsito)."

Parte dos serviços consiste em recapeamento de trechos mais desgastados das rodovias. Na Tamoios, por exemplo, onde já estão sendo realizadas obras de duplicação da pista no trecho de planalto, o trecho de serra vai receber "serviços de reconfiguração geométrica e implantação de sinalização vertical, horizontal e de dispositivos de segurança", segundo nota divulgada pelo DER.

Em Ilhabela, a SP-131 vai ter a camada de rolamento das pistas reforçadas num trecho de 23,6 quilômetros, no trajeto das praias da parte sul da ilha. Já a Rodovia Oswaldo Cruz terá recuperação do asfalto nos 20 quilômetros iniciais da pista, em Taubaté, no interior,

Os editais vêm sendo publicados desde o mês passado, separadamente. Ontem o DER juntou as intervenções e as chamou de "Operação Verão/2013". Das 11 obras, cinco serão na SP-055 (Padre Manoel da Nóbrega e Rodovia Rio-Santos). Um dos trechos mais desgastados da rodovia, do km 215 ao km 218, em Bertioga, vai ser recapeado. Outra área conhecida dos motoristas por causa dos desgaste das pistas - um trecho de 20 quilômetros entre Itanhaém e Peruíbe - também.

Viadutos. O DER afirma também que estão em vias de licitação outras obras para eliminar gargalos do trânsito de quem descer a serra pelo Sistema Anchieta-Imigrantes. No plano, está a construção de três viadutos: um em Cubatão e dois em São Vicente. Eles devem eliminar os semáforos da rodovia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.