Obras de túnel entre Santos e Guarujá devem começar em março

Segundo presidente da Dersa, além de veículos motorizados, passagem submersa terá condições de abrigar trânsito de VLTs

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

07 Janeiro 2015 | 17h37

SÃO PAULO - As obras do túnel submerso de 1,7 km entre Santos e Guarujá, na Baixada Santista, devem começar em março, disse nesta quarta-feira, 7, o presidente da Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), Lawrence Casagrande Lourenço. No site da empresa, o cronograma indica o início da construção em janeiro. O empreendimento está orçado em R$ 2,8 bilhões e deve ser entregue em 2018.

Segundo Lourenço, a abertura das propostas dos interessados na construção ocorrerá no dia 2 de fevereiro. "Acredito que por volta dia 20 de fevereiro já tenhamos a condição de homologar o vencedor. A assinatura do contrato vai depender do vencedor, porque será preciso formar consórcio, mas estamos muito otimistas que a obra comece em março."

Os quatro grupos que estão na disputa são mistos, ou seja, detêm empresas nacionais e estrangeiras em sua composição. "Não é um processo tão simples de fazer o registro do consórcio, conseguir o CNPJ... Essa não é uma burocracia tão simples porque são consórcios mistos."

Lourenço explica que além de veículos motorizados, o túnel terá todas as condições técnicas de abrigar o trânsito de veículos leves sobre trilhos (VLTs), que, no futuro, devem chegar ao Guarujá. O primeiro trecho da linha dessa espécie de bonde moderno na Baixada está prevista para começar a operar em março em São Vicente.

Rodoanel. Após a solenidade que marcou a sua posse como secretário estadual de Logística e Transportes, Antônio Duarte Nogueira Júnior disse que ainda não sabe quando o Trecho Leste do Rodoanel será entregue em sua totalidade. A obra foi aberta em julho incompleta. Um pedaço de cerca de 6 km entre as Rodovias Ayrton Senna e Dutra ainda não está aberto.  "Com toda a humildade, tenho que dizer que ainda preciso ir atrás dessas informações", disse o novo secretário, que substitui Pelissioni no cargo.

A obra do Trecho Leste está atrasada. O último prazo dado pelo governo Alckmin para a abertura desse tramo era dezembro do ano passado, o que não se concretizou.  

Já Lourenço, da Dersa, afirmou que o Trecho Norte do Rodoanel, que passará pela Serra da Cantareira, ficará pronto em 2017. Um acidente ocorrido em um dos túneis da construção em dezembro não deve alterar o cronograma, segundo ele. O local ainda está interditado e a Dersa aguarda um laudo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para determinar as causas do desmoronamento. As principais hipóteses são chuva e a composição geológica do solo.

"Eu não acredito (em atraso), porque o túnel não é caminho crítico, então a perda será recuperada dentro da obra. Mas isso ainda depende das informações que vão ser produzidas e levantadas."

Aeroportos. A Secretaria de Logística e Transportes ainda pretende lançar a concessão de cinco aeroportos do interior para aviação executiva, incluindo o de Jundiaí. As tratativas com o governo federal sobre o assunto devem ser retomadas neste mês. / COLABOROU RICARDO CHAPOLA

Mais conteúdo sobre:
Santos Guarujá

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.