Obras de infraestrutura aumentarão oferta de água na Região Metropolitana

Com orçamento de R$ 498 mi, obras devem beneficiar 6,6 milhões de pessoas e evitar falta de água

Marcela Gonsalves, Central de Notícias

20 Maio 2011 | 17h05

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin inaugurou nesta sexta-feira, 20, um conjunto de obras para aumentar a oferta de água na Região Metropolitana de São Paulo. Trata-se da ampliação do sistema de produção da Estação de Tratamento de Água (ETA) Taiaçupeba, a construção de cinco novas adutoras e de três novas estações elevatórias de água. A previsão é de que as obras beneficiem 6,6 milhões de pessoas.

As obras devem durar dois anos e requerer um investimento de R$ 498 milhões. Segundo o governador, a nova infraestrutura ajudará a evitar falta de água no período da seca nos bairros mais distantes e nas regiões mais altas das cidades da Região Metropolitana.

A obra é resultado da primeira Parceria Público-Privada (PPP) da Sabesp, batizada de PPP Alto Tietê, firmada em 2009 com a Galvão Engenharia S.A. e a Companhia Águas do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.