Obras da Jacu-Pêssego e do Rodoanel serão retomadas dia 15

As obras de construção das alças do Trecho Sul do Rodoanel em Mauá, região do ABC, estão paradas desde o fim de janeiro. Empresas paralisaram os trabalhos, porque o governo paulista suspendeu os pagamentos para revisão de contrato. Uma renegociação nesta semana resultou em readequação de preço e projeto. Os custos caíram de R$ 99,5 milhões para R$ 82 milhões, 17% menos. As obras, que já deveriam ter sido concluídas no ano passado, serão retomadas em 15 de março. Também ficou acertada a construção de 4,5 quilômetros de marginais do Complexo Jacu-Pêssego, na zona leste da capital.

EDUARDO REINA, O Estado de S.Paulo

26 Fevereiro 2011 | 00h00

O Trecho Sul foi inaugurado em abril, com várias partes a serem completadas. Serão concluídos agora em Mauá um trevo com acesso para a Avenida João Ramalho e o retorno na Avenida Papa João 23.

Enquanto o Trecho Leste do Rodoanel não fica pronto, A Jacu-Pêssego funcionará como um caminho provisório entre o Trecho Sul e as Rodovias Presidente Dutra, Ayrton Senna e Fernão Dias.

Os 4,5 quilômetros de marginais da Jacu-Pêssego serão construídos nos Jardins Vitória, Conquista e Paulistano, na zona leste de São Paulo. A remodelação acrescentou à construção um trecho de 500 metros perto do Viaduto Pedro Medeiros, na mesma região. Esse trecho dará acesso para a Avenida Sapopemba. Após o fim das obras, uma construção do canteiro de obras a 700 metros do Viaduto Pedro Medeiros será transformada em uma base da Polícia Militar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.