Obra da Sabesp afeta abastecimento e causa trânsito na zona sul

Fornecimento de água foi interrompido, nas regiões de Jardim Ângela e Jardim São Luís, e afeta 1,2 milhão de pessoas

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

12 Agosto 2014 | 09h21

Atualizada às 15h38

SÃO PAULO - Uma obra em adutora de grande porte da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), na Estrada de Itapecerica, no Jardim São Luís,  interrompeu o abastecimento de água em várias regiões da zona sul de São Paulo durante esta terça-feira, 12. Segundo a Sabesp, foi preciso cortar o fornecimento das 5h às 22h, o que afetou cerca de 1,2 milhão de pessoas. As obras também prejudicaram o trânsito no local.

Em nota, a Sabesp informou que era preciso mudar a posição de um trecho da adutora para que a Prefeitura de São Paulo pudesse continuar a canalização do córrego Ponte Baixa. Esse trabalho deveria terminar até o início da tarde. No entanto, no decorrer da obra, a companhia disse que detectou a necessidade de trocar um registro de manobra de grande capacidade, que estava desgastado. O imprevisto atrasou ainda mais a operação.

A Sabesp também afirmou que distribuiu folhetos, fixou cartazes em pontos de grande circulação, encaminhou mensagens de celular e usou carros de som para alertar os moradores dos bairros do Jardim Ângela e Jardim São Luís, áreas em que o abastecimento foi interrompido. "A Sabesp pede que os moradores evitem o desperdício e usem de forma racional o volume de suas caixas d'água", disse.

Por causa das obras, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) precisou bloquear a Estrada de Itapecerica na direção do centro, ainda de madrugada, e montar uma faixa reversível no sentido contrário. A mudança impactou o trânsito na região, que registrou congestionamento até mesmo fora do horário de pico.

Ao todo, 27 linhas de ônibus que passam pela Estrada de Itapecerica também foram prejudicadas, afirma a São Paulo Transporte (SPTrans). A lentidão provocada pelas obras na adutora fez com que alguns passageiros optassem por fazer o percurso a pé, em vez de usar o transporte coletivo.

Outras ruas e avenidas ficaram sobrecarregadas por causa da interdição na Estrada de Itapecerica. Pela manhã, a via expressa da Marginal do Pinheiros, sentido Rodovia Castelo Branco, chegou a registrar mais de cinco quilômetros de retenção do shopping SP Market até a Rua Rubens Gomes Bueno. O trânsito nas avenidas Atlântica e Maria Coelho Aguiar também apresentou reflexo no sentido centro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.