O sanduíche mais famoso do País

Livro conta como o bauru foi inventado, em 1936

EDISON VEIGA, O Estado de S.Paulo

13 Março 2012 | 03h09

Pouca gente discorda que o bauru seja o sanduíche mais famoso do Brasil. Mas a data de criação do lanche nunca foi um consenso. Até agora. Com o livro Ponto Chic - Um Bar na História de São Paulo (242 páginas, Editora Senac São Paulo, R$ 49,90), o jornalista Angelo Iacocca pretende encerrar essa discussão: para ele, a invenção do estudante bauruense Casimiro Pinto Neto aconteceu em 1936. "Mais precisamente, em novembro."

O livro será lançado no dia 24, em comemoração aos 90 anos do bar - inaugurado no Largo do Paiçandu e hoje com unidades em Perdizes, no Paraíso e em Ribeirão Preto. Iacocca vasculhou, nos últimos anos, documentos históricos e entrevistou dezenas de antigos frequentadores, artistas, políticos e escritores.

Casimiro Pinto Neto, conhecido pelo apelido de Bauru, por causa de sua cidade natal, era um dos assíduos frequentadores do Ponto Chic. Em uma noite, orientou o chapeiro a montar um lanche no pão francês, com queijo derretido, rosbife e tomate. O sanduíche caiu no gosto popular e acabou batizado com o apelido de Casimiro. "Sem dúvida, é o nosso carro-chefe", diz o atual dono, Antonio Alves de Souza, de 82 anos. "Vendemos cerca de 500 unidades por dia."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.