O que faz o Dunga infeliz?

Não será surpresa para esta coluna se, na próxima sexta-feira, após uma vitória tranquila sobre Portugal, Dunga tirar satisfações com Galvão Bueno pela maneira acintosa como o locutor torce contra o Brasil na África do Sul. Periga até, se a CBF não providenciar logo uma camisa de força para o técnico, ele acabar ofendendo a mãe da Glenda Kozlowski ao vivo, em rede mundial de TV.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2010 | 00h00

Na coletiva do último domingo, com tantos jornalistas bons para se xingar na plateia, Dunga escolheu justo o Alex Escobar, aquela flor de careca da TV Globo, para despejar seu repertório curto e grosso de palavrões. Sem mais nem menos! Tomou, por isso, um pito daqueles do Tadeu Schmidt no Fantástico, mas quem conhece o técnico sabe que vai ter troco. A Fátima Bernardes que se cuide, se é que já não foi praga do Dunga a dor de garganta que a tirou do ar na semana passada!

Nada de pessoal contra este ou aquele jornalista! Dunga está, como se diz no futebol, batendo para onde o nariz aponta. Não há vitória que aplaque sua infelicidade congênita! Pelo contrário, vencer só alimenta sua sede de vingança. Dizem até que dia desses, depois do treino, ele cismou que uma camareira do hotel o teria desaprovado com o olhar. Ah, coitada!

Maldição da cabeçada

Está todo mundo batendo cabeça na seleção da França, mas isso não quer dizer, necessariamente, que Zinedine Zidane tenha influência na crise dos "les Bleus".

Cacoete da crise

Em situação difícil no grupo B - se perder hoje para a Argentina, estará desclassificada da Copa -, a Grécia cogitava ontem pedir ajuda ao FMI para chegar às oitavas de final.

Nem aí!

O presidente Lula não deu muita importância às ameaças de punição ao técnico Dunga pelos xingamentos que fez também ao juiz no jogo de domingo: "Multa da Fifa vale menos que as do TSE!"

Agenda positiva

Podia ser pior! Imagina só se o Dunga fosse técnico da França, da Inglaterra, da Itália ou da Alemanha! Já teria batido em, pelo menos, meia dúzia de jornalistas!

Reage SP!

A Fifa quer instalar no Rio um parque temático da Disney durante a Copa de 2014. São Paulo foi mais uma vez preterida porque, além de estádios, não dispõe de bons patetas disponíveis para o serviço. Os que tem estão todos muito bem empregados.

De bem com a bola

Depois que fez as pazes com a Jabulani, Luís Fabiano, o Fabuloso, ganhou apelido novo na África do Sul: Fabulani!

Off-Copa

Supla e Cauby Peixoto encontraram-se ontem num hotel de São Paulo. É o que no mundo do futebol chamam de "amistoso".

Fala Cafu!

"Faltam só 5 degrais (sic)!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.