O que abre e o que fecha na capital no feriado da República

Feriado vai cair no sábado, mas alguns serviços vão deixar de funcionar ou terão horário alterado

da Redação,

13 de novembro de 2008 | 19h20

Apesar de o feriado da Proclamação da República deste ano cair em um sábado, alguns serviços vão ter os horários ou não deixar de funcionar no dia 15 de novembro em São Paulo. O sistema de transporte público vai operar com 50% da frota de ônibus. Os intervalos entre os trens da CPTM também serão alterados. Veja também: A programação completa da Virada Esportiva em SP   TV Estadão: Magic Paula comenta os destaques da Virada   Confira o que abre e o que fecha no sábado, dia 15: Poupatempo - Os postos do Poupatempo vão ficar fechados no sábado e o serviço por telefone também não vai ficar disponível.  Subprefeituras - As Praças de Atendimento não funcionarão.  Transporte coletivo - os ônibus vão operar com 50% das frotas. Os trens da CPTM também vão ter intervalos diferenciados. Assistência Social - Os serviços de emergência, acolhida e albergue são fornecidos 24 horas ininterruptamente: Abrigos, Cape - Central de Atendimento Permanente e de Emergência (3228-5554/3228-5668), Centros de Referência da Criança e do Adolescente (Crecas) e Centros de Acolhida (antigos albergues). Os serviços que se seguem permanecerão fechados: CRECI@ - Centro de Referência de Cidadania do Idoso@, Loja Social, Agente Jovem, Restaurante-Escola São Paulo e Centros para Criança e Adolescente. Abastecimento - Todos os mercados abrirão, obedecendo aos seguintes horários: Guaianases, Pinheiros e Tucuruvi, até as 13h; Kinjo Yamato, até as 14h; Santo Amaro, até as 15h; Paulistano (Central), Central Leste e Lapa, até as 18h; Ipiranga, Vila Formosa, Penha e Sapopemba, até as 19h; Pirituba, até as 21h; São Miguel, fechado. Os sacolões e as feiras livres funcionarão nos horários e locais habituais. Cultura - Estarão abertos o Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural da Juventude (das 10h às 18h), os Teatros Paulo Eiró, João Caetano, Artur Azevedo e Martins Penna, Teatro Municipal (só funciona a bilheteria, das 14h às 17h), Divisão do Arquivo Histórico (das 9h às 17h), Casa do Sertanista, Casa do Grito, Casa do Bandeirante, Casa do Tatuapé, Monumento à Independência (Capela Imperial), Sítio Morrinhos, Sítio da Ressaca e Galeria Olido. Permanecerão fechadas todas as bibliotecas, a Escola de Bailado, a Escola Municipal de Iniciação Artística, a Escola Municipal de Música, o Balé da Cidade e a Orquestra Experimental de Repertório. Educação - Os Centros Educacionais Unificados (CEUs) abrirão apenas para atividades de lazer e recreação. Escolas e creches permanecerão fechadas.  Esportes - Os Clubes da Cidade abrirão para atividades esportivas e de recreação. Saúde - Os hospitais e prontos-socorros funcionarão em regime de plantão. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) não abrirão e as Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) funcionarão das 7h às 19h. As AMAs Sé, Sacomã, Pirituba, Proença, do Hospital Alexandre Zaio, AMA Saboya, do Hospital Tatuapé, do Hospital Campo Limpo, do Hospital Waldomiro de Paula, do Hospital Ermelino Matarazzo e AMA Parelheiros atendem 24 horas todos os dias. Trabalho - Os Centros de Apoio ao Trabalho (CAT) não abrirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.