Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

O prazer de fazer bonito!

O futebol-arte pode ter sido só o primeiro de uma série de resgates que o brasileiro gostaria um dia de colocar em prática. Imagina se, no embalo da nova seleção, o País voltasse a fazer música como nos anos 60 ou a jogar tênis como nos tempos do Guga. Lembra do Karmann Ghia? E da Letícia Sabatella do início dos anos 90, hein? Claro que não vai dar pra trazer tudo de volta, mas também não custa nada aproveitar o vento a favor da "era Mano" para listar o que mais a gente gostaria de resgatar. Sem comprometimento, viu, gente?!

Tutty Vasques, tutty.vasques@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2010 | 00h00

Vale tudo: tênis bamba, disco de vinil, fotos Polaroid, lança-perfume, mimeógrafo, Crush, Grapette, trema em tranquilo, caderninho de telefone, videocassete, acendedor de cigarro no painel do carro, tamagoshi, banda branca, Repórter Esso, Legião Urbana, mesa redonda Facit, Armação Ilimitada, voo de Electra na Ponte Aérea, Steinhaeger, Free Jazz... Enfim, cada um que faça sua própria listinha!

Em comum, todavia, a volta do futebol à seleção pode ajudar todo brasileiro a recuperar, de imediato, o prazer de fazer bonito. Seja lá o que te espera quando você acabar de ler essa bobajada, "vai lá e faz bonito, garoto"! Mano Menezes não teve tempo para dizer nada muito diferente disso aos caras!

Não é a Glória?

Cleo Pires foi vestida - até aí tudo bem! - com roupas que pareciam ser de sua mãe ao lançamento no Rio da revista em que aparece pelada na capa. Resultado: em meio à multidão de ex-coelhinhas de microssaias, a atriz sobressaía mais na festa do que a Mulher Melancia, a caráter, em missa de ação de graças.

Tom eleitoral

Dois cantores - um rapper e um intérprete de música de raiz - vão concorrer à presidência do Haiti. Mal comparando com a sucessão no Brasil, imagine o posto do Lula disputado entre MV Bill e Zeca Pagodinho. É por aí!

Será o benedito?

Sabe por que a Xuxa se recusou a subir no palco do Criança Esperança do próximo sábado? Aí tem!

Inclusão marginal

A polícia de São Paulo prendeu ontem um cadeirante empregado como motorista na gangue da marcha-à-ré que agia na Freguesia do Ó. Tem muita grande empresa séria por aí que não dá esse tipo de oportunidade a pessoas com deficiência física.

Sem apoio

Vanderlei Luxemburgo largou as muletas! Ou seja, basta agora um empate com o Guarani no domingo para o técnico do Atlético Mineiro cair.

O cara!

Só pelo fato de não levar adiante a encrenca de Alvaro Uribe com Hugo Chávez, o novo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, já merece um voto de confiança.

Ahã!

Acabou a pandemia de gripe A! Isso quer dizer o seguinte: é impressionante como, hoje em dia, nem boa notícia tem a menor graça, né não?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.