Ó paí, ó: chegou Natal!

Ho ho ho!

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2012 | 02h02

Dilma Rousseff pediu "um PIBão grandão" em 2013 a Papai Noel. Depois, o Mantega explica ao bom velhinho o que a presidente quis dizer com isso! Vai que...

Choque térmico

Em seu segundo pronunciamento na varanda da Embaixada do Equador em Londres desde que se refugiou na representação diplomática, o fundador do Wikileaks, Julian Assange, quase pega uma pneumonia. A última vez que botou o nariz na janela ainda era verão no Reino Unido.

Coisa velha

A ideia de transformar a Câmara dos Deputados em asilo não é totalmente nova no Congresso. O Senado não deixa de ser uma espécie de asilo do Sarney!

Ah, bom!

Neymar só clareou a barba para se passar por Papai Noel para o filho no Natal! E não se fala mais nisso, ok?

Esquentando tamborins

O caos aéreo ainda nem chegou ao Santos Dumont, mas já dá pra sentir seu bafo. Logo, logo o ar-condicionado quebrado não será o pior problema do aeroporto carioca.

Real novo

Quem foi o aloprado que comeu um zero na fabricação de 40 mil moedas de R$ 0,50?

'Menas, tchê!'

Tem pichação nova nos muros da sensatez: 'Marcos Maia, por que não te calas?'

Sonho de Natal

Abílio Diniz botou seu sapatinho na janela do quintal! Pediu o Pão de Açúcar de volta a Papai Noel.

Já fazia um calorão danado dia desses amanhecendo em Lagoa José Luís, próximo a Vitória da Conquista, na Bahia, quando um choque de caminhões na estrada que corta o lugarejo espalhou por toda a pista a carga de picolés que um deles transportava.

O saque, no caso, além de inevitável é até recomendável para que o sorvete não vire em instantes lambança no asfalto. Deve ter sido um dia inesquecível para a garotada da região.

Daria um belo conto de Natal, como tantos outros escritos nesta época do ano em que todo mundo se toca um pouco com os pobrezinhos nascidos em Belém, em São Paulo, no Rio, Minas, Pernambuco, Bahia...

Imagine os baianinhos despertados pelo desastre com a sensação de ter ouvido a freada de um trenó. De repente uma gritaria anuncia a montanha de delícias geladas deixada pelo caminho, a ceia de Natal jamais sonhada pelas crianças daquela região castigada pelo Sol.

Lambuzadas à beira da estrada, pareciam tão felizes quanto Sasha, a filha da Xuxa, que na véspera faturou um Audi zerinho numa rifa de Natal beneficente.

Enfim, o mundo não é justo, mas Papai Noel não tem nada a ver com isso! Feliz Natal a todos!

Procura-se

Cadê o documentário que Spike Lee andou fazendo em Brasília sobre o País? Terá sido lavagem de dinheiro, caramba?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.