O golpe do falso beija-mão!

Tá podendo!

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2012 | 03h05

É impressionante como Nelson Jobim ficou mais importante - e, consequentemente, mais cheio de si - depois que deixou o governo! No tempo em que era ministro da Defesa, jamais lhe aconteceu de receber Lula e Gilmar Mendes juntos em seu gabinete. Imagina o tamanho do ego do cara nessas circunstâncias! Parece que nem atende mais ligações do José Genoino!

Do vinho pra água

É impressionante como a seleção melhorou depois que José Maria Marin assumiu a presidência da CBF, né não? Ricardo Teixeira deve estar arrasado! Parece que até passou mal no domingo em Boca Raton!

Fogo amigo

José Dirceu está apavorado! Teme ser atingido pelas balas perdidas de Lula no STF!

Tomando a fresca

O governador Jacques Wagner teve bons motivos para passar 78 dias no exterior durante o mandato que cumpre há um ano e meio: o verão na Bahia foi de amargar de quente!

Piada de salão

Maldade em curso na web: "Se o Brasileirão terminasse hoje, o Vasco seria vice de novo!"

Alto lá!

Muita calma nessa hora! O Brasil não está preparado para uma acareação entre Lula e Gilmar Mendes! Depois não digam que não avisei!

Pergunte a qualquer um em Brasília: a esta altura do ano eleitoral, você aceitaria convite para encontro com Lula no escritório doméstico do ex-ministro Nelson Jobim achando que só iria rolar uma social pós-convalescença do ex-presidente?

Para início de conversa, todo mundo na Praça dos Três Poderes está careca de saber que, depois daquilo tudo, Lula só recebe amigos no Sírio-Libanês!

Se foi lá, mais precisamente no setor de fonoaudiologia do hospital, que "o cara" se encontrou com FHC, Sarney, Kassab, Romário, Marina Silva, Ronaldo Fenômeno, Dilma Rousseff e o escambau, por que diabos seria diferente com Gilmar Mendes?

Cá pra nós, ao conferir o chamado de seu telefone celular na manhã daquela ensolarada quinta-feira, 26 de abril, o ministro do STF foi tão ingênuo quanto um desses velhinhos que caem no golpe do falso sequestro de parentes!

Ninguém poderia imaginar a proposta indecente que lhe aguardava - cobrança de prenda no julgamento do mensalão em troca de proteção na CPI do Cachoeira -, mas coisa boa, disso todos sabiam, não haveria de ser.

Gilmar Mendes é vítima nessa história! Coube a ele o papel de bobo, coitado! Os outros não têm desculpa! Ou não!

Assis não dá!

O pessoal da butique do Flamengo está apavorado! Também, pudera! Corre no Rio o boato de que, irritado com a substituição de Ronaldinho Gaúcho no jogo de sábado, o irmão do camisa 10 do time de Joel Santana vai aparecer de novo a qualquer momento para levar na marra todo o estoque de material esportivo da loja. Na semana passada, Assis (foto) fez um saque de 25 camisas por causa da dívida do clube com o jogador!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.