O chato do Oscar

Tem gente que nas últimas duas semanas foi ao cinema quase todo dia para poder indicar os próprios favoritos ao Oscar, com direito a palpites sobre zebras, injustiças e consensos de crítica e público. O cara tem o seu melhor filme preferido, mas aposta que vai ganhar outro por motivos que quem não acompanhou a disputa nos últimos anos não vai alcançar.

TUTTY VASQUES, O Estado de S.Paulo

26 Fevereiro 2011 | 00h00

"Eu torço pela Hailee Steinfeld, e você?" Pode ser embaraçoso para quem não domina a cultura de Hollywood sair hoje à noite com alguém que tem candidata ao prêmio de melhor atriz coadjuvante. De vez em quando, a conversa vai mudar de categoria, mas não de assunto: "Colin Firth ou Jeff Bridges?" Todo cinéfilo, às vésperas da cerimônia de entrega da estatueta, fica assim, meio Rubens Ewald Filho, meio José Wilker. Só pensam naquilo!

Mal comparando com os fanáticos por futebol, essa turma vive neste fim de semana clima de Copa do Mundo, que, no caso, se decide numa única noite. Em compensação, quem dormir antes da definição do paredão do BBB não vai precisar esperar até 2014 por nova competição. Deve ser por isso que, quase todo ano, eu apago antes da premiação da melhor atriz.

Coisa de corintiano

O publicitário Washington Olivetto - ô, raça! - anda espalhando por aí que o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, chamou a do Flamengo, Patrícia Amorim, para "uma conversa de homem pra homem" sobre a Taça das Bolinhas. Pode?

Outra pessoa

É uma boa notícia atrás da outra: Luana Piovani está, além de solteira, morena. E parece que pegou horror a cara fortão!

Aliado estratégico

Se, como acusa o delírio de Muamar Kadafi, Osama bin Laden estivesse mesmo conspirando contra o ditador da Líbia, o Ocidente já estaria financiando a Al-Qaeda.

Barbada do noticiário

O julgamento de Julian WikiLeaks Assange por "estupro leve" é forte candidato ao prêmio "Notícia Enguiçada" de 2011. A não ser que na, Suécia, empurrar sentença com a barriga também seja considerado assédio sexual.

Onda de protestos

A Vigilância Sanitária teve bons motivos para recuar na decisão sobre o veto a emagrecedores. Já tinha obeso por aí se mobilizando pela internet para derrubar o governo.

Mais essa!

A presidente Dilma vai comemorar o Dia Internacional da Mulher nos programas da Hebe e da Ana Maria Braga. Não é nada, não é nada, são mais dois duros golpes no cerimonial da data.

Meia-bomba

O empresário Nelson Tanure não é mais aquele. Em outros tempos, teria entrado na disputa pela compra da Daslu. Será que perdeu o gosto por negócios moribundos?

Disque-denúncia

O estudante carioca que liderou segunda-feira no Rio manifestação contra o calor em sala de aula teria sido visto ontem aplaudindo o sol no Arpoador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.