'O centro deve ser o coração da cidade'

O consultor de Transporte Oren Tatcher passou em setembro por São Paulo para participar do Fórum Urbanístico Internacional, do sindicato da habitação (Secovi-SP), em parceria com o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP). Formado em Arquitetura pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos, Tatcher mora em Hong Kong e é especialista em planejamento e construção de terminais intermodais, que integram dois ou mais meios de transporte, como ônibus e metrô. No Brasil, o arquiteto desenvolve estudos juntamente com o ITDP para a construção de terminais em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro.

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2011 | 03h03

Em sua primeira visita a São Paulo, Tatcher ficou impressionado com "o dinamismo da cidade" e com a qualidade do metrô, mas criticou o pequeno tamanho das linhas. Para o arquiteto, melhorar o trânsito de São Paulo passa por desenvolver as alternativas ao carro. "Transporte público não deve ser pensado para as camadas pobres da sociedade, mas para todo mundo", ressalta o especialista. "É assim que funciona em Paris, Tóquio, Madri, Hong Kong, onde os ricos usam regularmente o transporte público simplesmente porque é mais conveniente."

Tatcher, porém, se encantou com as ruas do centro paulistano. "Espero que elas se tornem limpas e mais seguras para as pessoas viverem. O centro deveria ser o verdadeiro coração da capital."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.