O 1º desfile de Gisele depois da maternidade

Com direito a quatro passagens pela SPFW, top fica nervosa, mas não perde o estilo paz e amor

Valéria França, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2010 | 00h00

Nos holofotes. Gisele voltou a se exibir pela Colcci, requebrando mais do que nunca e satisfeita com o

reconhecimento

 

  Finalmente esquentou o clima da São Paulo Fashion Week. Ontem foi o dia tão esperado do desfile de Gisele Bündchen, que desde o nascimento do filho Benjamin, em março, estava afastada das passarelas em todo o mundo. A top, mais do que nunca, causou tumulto na SPFW , antes de se apresentar pela Colcci, em um desfile que só começou depois das 22h, com atraso de quase uma hora.

Antes disso, passaram pela Bienal João Pimenta, Paola Robba, Amapô e Mario Queiroz. A polêmica e a ousadia ficaram um pouco mais longe do Ibirapuera, mais especificamente na Barra Funda. Foi lá que desfilaram Do Estilista e Neon (mais informações nesta página).

Fila A. Quando a sala da Bienal abriu, no entanto, para o último desfile da noite, o tumulto teve início entre as personalidades que estavam na famosa fila A, que fica mais próxima da passarela. O ator Murilo Rosa, o cantor Marcelo Camelo - com a namorada Malu Magalhães -, e a modelo Fernanda Tavares apareceram para prestigiar Gisele. E tiveram de dar muitos autógrafos para a plateia.

Apagaram-se as luzes, o desfile começou e Gisele surgiu na passarela, notoriamente satisfeita com o reconhecimento do público. Entrou com tudo. Requebrando mais do que nunca. E segurando o sorriso no rosto. Aplausos, gritinhos, e ela não se conteve. Sorriu. Em seguida mais gritos. Foi a vez do ator Reynaldo Gianecchini entrar, com um corpo mais malhado do que nunca. Mas as atenções não ficaram com ele

Paz e amor. Gisele entrou na passarela quatro vezes, primeiramente com um conjunto de top e calça justa com estampa tropical; a segunda, com um look preto e branco listado, e a terceira, com um vestidinho micro petit pois branco. No fim, apareceu com a estilista Jéssica Lengyel, da Colcci - com o mesmo look anterior. Quando estava quase sumindo da passarelas, levantou os dedinhos, fazendo o clássico "paz e amor" de sempre. Todos estavam esperando por isso.

Três perguntas para Gisele

1.Como foi o retorno à passarela?

Eu estava muito nervosa, porque além de ser minha volta à passarela também fazia muito tempo que eu não desfilava com o Reynaldo Gianecchini. Mas eu estou muito feliz, deu tudo certo.

2. Qual música vem à cabeça no momento de ir para a passarela?

Gente, cantar eu não canto, mas adoro Bem que se Quis, da Marisa Monte.

3. Onde está seu filho, Benjamin?

Ele ficou em casa. A mamãe está aqui trabalhando, não dá para trazer. Por: FLÁVIA GUERRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.