Novos sinos embalam Igreja da Consolação

Donos do Terraço Itália deram 3 peças de presente e restauraram outras 4

O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2012 | 02h14

O som da missa das 18 horas de ontem na Igreja Nossa Senhora da Consolação, no centro, foi diferente do das outras. Quem estava na Praça Roosevelt ou no entorno da igreja também pôde notar: sete sinos foram instalados ali ontem.

Os quatro sinos que a igreja tinha foram restaurados e a paróquia ganhou mais três. Eles foram um presente dos donos do Terraço Itália, um dos restaurantes-ícone do centro da cidade, vizinho à igreja. É a quinta vez que a o Grupo Comolatti (cuja maior faturamento vem do mercado de autopeças, não da gastronomia) financia a restauração de sinos de igrejas da capital. Na lista de locais que já foram beneficiados estão as Paróquias de San Gennaro, São Vito Martin, Nossa Senhora do Brasil e a Catedral da Sé.

A primeira missa com os novos sinos da Consolação foi rezada pelo cardeal arcebispo metropolitano, d. Odilo Pedro Scherer. Os equipamentos foram instalados no último pavimento das torres da igreja, construída em 1909.

No ano passado, a igreja já havia passado por uma reforma da parte interna, que combateu as infiltrações que ameaçavam as pinturas. O processo para troca dos sinos começou na metade deste ano. / BRUNO RIBEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.