Rafael Italini/Estadão
Rafael Italini/Estadão

Novo parque da Prefeitura ganha 20 mil m² de grama sintética

Clube de Regatas Tietê foi reformado e será entregue neste final de semana durante a Virada Esportiva; área para shows tem capacidade para 40 mil pessoas

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

17 Setembro 2014 | 16h05

SÃO PAULO - O Centro Esportivo e de Lazer Tietê, na zona norte, que está sendo reformado e revitalizado pela Prefeitura para ser transformado em parque, será entregue neste final de semana para a Virada Esportiva já com 20 mil m² de grama sintética. A área será usada para shows e apresentações culturais. Na manhã desta quarta-feira, 17, o prefeito Fernando Haddad (PT) e o secretário municipal de Esporte, Lazer e Recreação, Celso Jatene, visitaram o parque.

"Vai ser uma das principais áreas de show da cidade de São Paulo, fora todo o lazer e o esporte que o antigo Clube de Regatas Tietê oferecia", explicou Haddad. De acordo com o prefeito, a opção pela grama sintética foi uma alternativa aos possíveis questionamentos judiciais em se realizar shows no local. 


Caso fosse usado vegetação natural a Justiça poderia impedir apresentações com a justificativa de causar impactos ambientais. "Nós poderemos ter, com segurança, cerca de 40 mil pessoas assistindo shows gratuitos. Hoje em São Paulo só existe o Autódromo de Interlagos com essa capacidade", explicou Haddad. 

Apesar da abertura ser durante a Virada Esportiva o parque ainda terá uma inauguração oficial. A Prefeitura está acertando os detalhes para definir quem irá fazer o primeiro show no local nos dias 11 ou 12 de outubro. Mesmo assim, a partir do final de semana, a população de São Paulo já poderá frequentar o novo parque. 

Com quadras de basquete, vôlei, tênis, quatro ginásios poliesportivos, áreas para ginásticas, dança e artes marciais o novo parque irá funcionar das 7h às 23h. As tradicionais piscinas do antigo clube foram retiradas porque, de acordo o Haddad não havia como recuperá-las. 

Pista de skate. De acordo com Haddad e o secretário Jatene o parque terá uma das melhores pistas de skate do país até o final de 2015. As obras na área de 3 mil m² ainda não começaram. Segundo Jatene, a Prefeitura está usando como referência o Street Park de São Bernardo do Campo, no ABC, considerada uma das melhores áreas para a práticas de esportes radicais como patins, bicicleta e skate. Na equipe de Jatene há um coordenador que veio da cidade vizinha e foi um dos responsáveis por implementar a pista.

O skate, aliás, deve ganhar força durante a gestão Haddad. "Estamos fazendo um diagnóstico de todas as pistas que temos na cidade. Algumas nós vamos demolir e outras recuperar. Nós estamos nos organizando para construir mais outras duas pistas. Com certeza absoluta até o final deste mandato o skate terá uma mudança radical, de forma sincronizada com os praticantes", afirmou Jatente. A Prefeitura já identificou 500 pistas na cidade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.