Novo IPTU estará disponível 10 dias após aprovação, diz Kassab

Segundo prefeito, valor do imposto poderá ser consultado no site da Prodam; reajuste pode chegar a 60%

Central de Notícias,

26 Novembro 2009 | 13h22

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM) afirmou nesta quinta-feira, 26, que dez dias após a aprovação em segunda votação do projeto de atualização da Planta Genérica de Valores (PGV) na Câmara a Prodam disponibilizará, via internet, o novo valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos imóveis da capital paulista.

 

Veja também:

linkAumento do IPTU de São Paulo  maior passa em 1ª votação

linkPrefeitura propõe valores até 700% maiores para terrenos paulistanos

linkPela correção da planta, Cracolândia tem lote mais caro que Jardins

linkAumento no imposto não visa geração de receita, diz Kassab

 

A segunda votação da atualização da PGV está marcada para a próxima quinta. Ontem, o projeto foi aprovado em primeira. De acordo com o prefeito, a entrega do carnê à população só poderá ser feita depois que os vereadores votarem o Orçamento de 2010.

 

Em entrevista ao jornal SPTV, da Rede Globo, Kassab reafirmou que a atualização da planta genérica da capital é uma necessidade. "É uma questão de justiça tributária. A última atualização foi feita em 2001. Ela é necessária por conta do crescimento da cidade. Para dar sustentação dos investimentos necessários, como os que são feitos na educação , por exemplo", ressaltou.

 

O prefeito admitiu na entrevista que os imóveis que tiveram uma valorização superior aos 40% previsto na lei que está sendo votada na Câmara poderão ter novo reajuste no próximo ano. "Agora, o valor máximo do reajuste para um imóvel será de 40%. Não vou ser leviano de afirmar que não pode ter outro reajuste no próximo ano, mas haverá bom senso", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
SP IPTU

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.