Novo aumento da tarifa de ônibus deve ser em 2014, diz Haddad

Declaração foi feita um dia depois do anúncio do preço reajustado da passagem

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

23 Maio 2013 | 16h34

Um dia depois de ter fixado o novo valor da tarifa de ônibus em R$ 3,20, o prefeito Fernando Haddad (PT) disse nesta quinta-feira, 23, que o próximo reajuste do preço da passagem deve ocorrer no ano que vem.

"Este ano (2013) não haverá (mais) aumento. Em 2014 vai ter, provavelmente", afirmou em evento na Vila Olímpia, na zona sul. Perguntado sobre se a próxima revisão será em janeiro, o petista declarou: "Não temos nada definido ainda."

Se isso se concretizar, a lógica que predominou na cidade nos últimos anos, a de aumentos mais espaçados no tempo, será quebrada.

Vale lembrar que o sistema de ônibus cidade ficou sem novos reajustes por quase dois anos e meio: o último ocorreu em janeiro de 2011, quando o preço subiu de R$ 2,70 para os atuais R$ 3.

Antes disso, a cidade reajustou a tarifa em janeiro de 2010. Até então, o valor do bilhete era de R$ 2,30, um preço que se manteve assim por mais de três anos, desde novembro de 2006.

O novo preço de R$ 3,20 passa a valer no dia 2 de junho. O reajuste ficou abaixo da inflação acumulada desde o último aumento. Se o preço fosse reajustado de acordo com a inflação do período, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficaria em no mínimo R$ 3,44.

Mais conteúdo sobre:
Fernando Haddadônibustarifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.