Novo apagão elétrico causa congestionamento em São Paulo

O problema ocorreu devido a duas rupturas de cabo de distribuição de energia em locais diferentes

06 de março de 2008 | 20h15

Um novo apagão elétrico atingiu parte da capital paulista nesta quinta-feira, 6, deixando vários bairros sem luz e causando enormes congestionamentos em várias vias por causa do desligamento de semáforos. O problema afetou pelo menos nove bairros na capital, e deixou cerca de 270 mil pessoas de 6.776 imóveis sem energia elétrica por mais de três horas.  Veja também:   Veja como está o trânsito pelo iLocal   O problema foi originado pela quebra de um cabo de distribuição de energia elétrica na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, Jardim Paulistano, em frente ao número 1.386, além de um outro rompimento de cabo na Alameda Araés, em Moema.  A interrupção no fornecimento de energia elétrica apagou os semáforos nas principais vias desses locais. Os motoristas enfrentaram problemas nas avenidas Ibirapuera, Rebouças, Brasil, 9 de Julho, Ruben Berta, Consolação, Oscar Freire, Bela Cintra, Joaquim Floriano, Cônego Eugênio Leite, Canadá, Honduras e várias outras. às 17 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego registrou 87 quilômetros de congestionamentos na cidade. Na terça-feira, um outro apagão já havia deixado 2,7 milhões de pessoas em São Paulo às escuras. O problema foi provocado por uma descarga elétrica num equipamento da Subestação Bandeirantes da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP). Inicialmente, a Eletropaulo informou que os dois problemas foram provocados por queda de galhos de árvores sobre a rede elétrica, numa tarde sem chuva ou ventos fortes na capital. Mas na Gabriel Monteiro da Silva não há árvores no local do incidente. No início da noite, a Assessoria de Imprensa retificou a informação, mas não identificou a causa da quebra.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitofalta de luzcongestionamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.