Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Nove vítimas do acidente entre trem e ônibus permanecem internadas

Motorista do ônibus está entre as vítimas; ônibus foi destombado por volta de 12h50

Priscila Trindade, estadão.com.br

09 de junho de 2011 | 13h46

SÃO PAULO - O ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), que caiu de um viaduto e foi atingido por um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na manhã desta quinta-feira, 9, em São Caetano do Sul, no ABC paulista, foi destombado às 12h50. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil trabalham no local para conseguir retirar o veículo da linha férrea.

 

O acidente aconteceu por volta das 9h40 entre as estações Utinga e São Caetano do Sul da Linha 10-Turquesa da CPTM, após o veículo bater na mureta de proteção do viaduto e despencar de frente, próximo à Rua Felipe Camarão.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, 15 pessoas ficaram feridas. Com ferimentos na cabeça, a motorista do ônibus teve traumatismo craniano leve e lesão pulmonar, mas está consciente. Ela foi encaminhada ao Hospital Mário Covas, em Santo André. As demais vítimas estavam no ônibus e foram encaminhadas para o Hospital Municipal Albert Sabin, em São Caetano do Sul. Nenhum ocupante do trem ficou ferido.

 

O Hospital Albert Sabin informou que seis pacientes já receberam alta da unidade. São eles: Leandro Domingues, Clóvis dos Santos Galdino Junior, Maurilio Batista Santos, Pedro Carrasco, Cleide Aparecida de Brito e Eduardo Guilherme Scavassa.

 

Outras sete pessoas continuam internadas. As vítimas são: Arlete Amaral, que teve trauma cranioencefálico leve; Claudio Almeida, com lombalgia; Débora de Santana Prenholato, que está na ala ortopédica; Gabriela Peralta Belvis, que está na UTI com fratura na costela; Marcia Aparecida Beraldo Vicentino, que teve luxação de quadril; Sírio Gonçalves de Souza, com traumatismo craniano leve; e Tiago Augusto de Paula, internado na UTI com suspeita de lesão vertebral.

 

A paciente Carolina Pereira Guimarães foi transferida com lesão renal para a UTI Hospital Maria Braido, onde ficará em observação até a próxima avaliação médica indicar se ela precisa passar por uma cirurgia.

 

Três helicópteros Águia, da Polícia Militar, foram para o local prestar socorro às vítimas. Oito viatura do Corpo de Bombeiros foram enviadas para atender a ocorrência, perto da Rua Felipe Camarão. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e equipes da Defesa Civil de São Caetano do Sul também estiveram no local.

 

Trens. A linha da CPTM chegou a parar de funcionar. Por volta das 10h30, os trens passaram a operar com velocidade reduzida no local em via única entre as estações Utinga e São Caetano. A composição seguia no sentido Rio Grande da Serra no momento do acidente.

 

A responsável pelo setor de transportes urbanos de São Caetano do Sul, Cristina Baddini, disse em entrevista à Rádio Estadão/ESPN que o ônibus pode ter sido fechado por um carro antes romper a mureta de proteção e cair sobre a linha férrea. A Polícia Científica realizará perícia no local.

 

Segundo a EMTU, o ônibus envolvido no acidente a operava a linha 101 São Caetano do Sul (Vila Prosperidade)/São Paulo (Vila das Olarias).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.