Nova secretaria ajuda na prevenção em Santa Catarina

Nova pasta proporcionou agilidade na articulação, principalmente na obtenção de verbas federais

TOMÁS PETERSEN, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

30 Dezembro 2013 | 02h04

A principal resposta às catástrofes causadas pelas chuvas em Santa Catarina foi a criação da Secretaria Estadual da Defesa Civil. A nova pasta proporcionou agilidade na articulação, principalmente na obtenção de verbas federais para recuperação de municípios em situação de emergência. 

Melhorou também a comunicação: em Blumenau, a Defesa Civil monitora de hora em hora e informa pela internet o nível do Rio Itajaí-Açu. Em novembro de 2008, 60 cidades foram afetadas, 15 mil pessoas desabrigadas e 135 pessoas morreram. Na segunda quinzena de setembro de 2013, Santa Catarina novamente foi atingida por fortes chuvas. O Itajaí-Açu subiu 10 metros além do nível normal. Mais de 4 mil pessoas ficaram desalojadas em pelo menos 56 cidades de todas as regiões. Mas ninguém morreu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.