Nova secretaria ajuda na prevenção em Santa Catarina

Nova pasta proporcionou agilidade na articulação, principalmente na obtenção de verbas federais

TOMÁS PETERSEN, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

30 de dezembro de 2013 | 02h04

A principal resposta às catástrofes causadas pelas chuvas em Santa Catarina foi a criação da Secretaria Estadual da Defesa Civil. A nova pasta proporcionou agilidade na articulação, principalmente na obtenção de verbas federais para recuperação de municípios em situação de emergência. 

Melhorou também a comunicação: em Blumenau, a Defesa Civil monitora de hora em hora e informa pela internet o nível do Rio Itajaí-Açu. Em novembro de 2008, 60 cidades foram afetadas, 15 mil pessoas desabrigadas e 135 pessoas morreram. Na segunda quinzena de setembro de 2013, Santa Catarina novamente foi atingida por fortes chuvas. O Itajaí-Açu subiu 10 metros além do nível normal. Mais de 4 mil pessoas ficaram desalojadas em pelo menos 56 cidades de todas as regiões. Mas ninguém morreu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.