Hélvio Romero/AE-8/4/2011
Hélvio Romero/AE-8/4/2011

Nova Luz: dono pode propor obra

Projeto de revitalização de área da cracolândia vai priorizar planos dos proprietários para renovar seus imóveis

Rodrigo Brancatelli e Rodrigo Burgarelli, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2011 | 00h00

Os proprietários de imóveis na região da cracolândia poderão fazer parte do projeto Nova Luz, que prevê a revitalização de 45 quarteirões do centro. Segundo o prefeito Gilberto Kassab (sem partido), que participou ontem da última reunião técnica da Prefeitura antes do anúncio das diretrizes finais do programa, os proprietários terão prioridade e poderão apresentar as suas próprias propostas de renovação para seus prédios.

Os interessados terão de arcar com as obras e seguir as diretrizes da Prefeitura e da concessionária, que será escolhida por meio de licitação até o fim do ano. O prazo para os proprietários apresentarem seus projetos será de um ano e meio. Se eles não se interessarem em fazer parte da Nova Luz por conta própria, a concessionária poderá comprar os imóveis e desapropriá-los de acordo com as necessidades do programa.

A expectativa da Prefeitura é apresentar todos os detalhes da Nova Luz no dia 1.º de julho, começar as obras no primeiro semestre do ano que vem e terminar a revitalização em 15 anos. Hoje, a região tem exatos 5.517 moradores. Com as intervenções propostas, 344 terão de se mudar, mas serão criados apartamentos para outros 2.571 moradores de baixa renda e 2.700 de renda média e alta.

Para bancar todas as mudanças e obras de infraestrutura na região, o estudo preliminar de viabilidade econômica mostrou que a Prefeitura teria de investir R$ 621 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.