Nova fase de expansão da Linha 5-lilás do Metrô de SP começa amanhã

Governador Geraldo Alckmin fará abertura das obras entre as estações Adolfo Pinheiro e Chácara Klabin

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

22 Julho 2011 | 15h48

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin dá início às obras de expansão da Linha 5-Lilás no trecho entre as estações Adolfo Pinheiro e Chácara Klabin neste sábado, 23. Estarão presente também o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente do Metrô, Sérgio Avelleda.

 

Para simbolizar o início da ampliação do trecho, o governador irá operar um retroescavadeira e iniciará a demolição de um dos imóveis desapropriados que fará parte do canteiro de obras para a construção da futura estação Alto da Boa Vista.

 

O trecho Largo Treze - Adolfo Pinheiro, que corresponde à primeira fase da ampliação da linha, teve as obras iniciadas em setembro de 2009.

 

Dois "tatuzões" serão empregados na construção entre as estações Alto da Boa Vista e Água Espraiada, com dois túneis paralelos, e um "megatatuzão" construirá um túnel único desde a Avenida Bandeirantes, antes da estação Ibirapuera, até Chácara Klabin.

 

A expansão total da Linha 5 entre Largo Treze e Chácara Klabin terá 11,5 km de extensão e 11 estações (Adolfo Pinheiro, Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin-Campo Limpo, Água Espraiada, Ibirapuera, Moema, Servidor, Vila Clementino, Santa Cruz e Chácara Klabin). A previsão é que ela seja totalmente concluída em 2015, passando a atender uma demanda diária superior a 600 mil usuários. Atualmente, a Linha 5 tem 8,4 quilômetros de extensão operacional e transporta diariamente 205 mil pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.