Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Nova estação do Metrô no Morumbi é aberta neste sábado

Parada, que liga região central de SP à zona sul, é inaugurada após atraso de 4 anos; última estação está prevista para o fim de 2019

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2018 | 07h00

SÃO PAULO - Décima parada da Linha 4-Amarela do Metrô, a Estação São Paulo-Morumbi foi aberta ao público neste sábado, às 10 horas, e deverá funcionar em horário especial, das 10 às 15 horas, por prazo indeterminado, mas com cobrança de tarifa aos usuários. Com a inauguração, a Linha 4-Amarela conecta, agora, o Morumbi, na zona sul, à Luz, no centro da capital paulista

A nova estação tem previsão de atender 27 mil pessoas por dia e abre com um atraso de quatro anos em relação às primeiras promessas do governo do Estado. As obras são de responsabilidade da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos, enquanto que a operação é de responsabilidade da ViaQuatro, que adquiriu trens e sistemas por meio de uma parceria público-privada (PPP). 

O atraso é decorrente de um acidente nas obras da Estação Pinheiros, em 2007, e de divergências entre o governo e as empreiteiras. O empreendimento chegou a ser suspenso em 2015, o que resultou em novos contratos e acréscimo de R$ 1,3 bilhão ao custo da obra. Para a Linha 4-Amarela ser concluída, fica pendente ainda a Estação Vila Sônia, programada para abrir no fim de 2019, totalizando 12,8 quilômetros de extensão. 

Estrutura

A nova parada terá cinco pavimentos, com 13 escadas rolantes, 11 escadas fixas e quatro elevadores. 

As plataformas de embarque ficam a 27 metros de profundidade em relação ao nível da Avenida Professor Francisco Morado, endereço da parada. “A estação é totalmente acessível aos usuários com deficiência e mobilidade reduzida e dispõe de banheiros públicos”, informa o Metrô, em nota. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.