Notícia corre pela internet e vira destaque até em site da China

O caso do goleiro Bruno correu o mundo pela internet e chegou até a China. A agência de notícias do país asiático publicou reportagem falando sobre a investigação do desaparecimento de Eliza. "Goleiro do Flamengo é investigado."

Rodrigo Burgarelli, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

Ainda na Ásia, o site Taiwan News reproduziu reportagem da agência de notícias Associated Press. Na Europa, o site esportivo português Mais Notícia destacou o afastamento do jogador pelo clube. Sites de língua espanhola também reproduziram textos das agências EFE e Ansa.

Glória Perez. A repercussão do caso também era grande, à noite, no Twitter e logo entrou na lista dos mais comentados em São Paulo. Até famosos como a escritora Glória Perez deram opiniões sobre o caso. A maioria das mensagens era de indignação, mas as mais retransmitidas foram as brincadeiras. "Bangu anuncia interesse na contratação de Bruno", dizia uma delas, em referência ao complexo penitenciário e ao time homônimo.

Vários usuários também publicaram o endereço de um vídeo que mostrava uma entrevista de Eliza Samudio ao jornal carioca Extra, gravada no fim do ano passado. A estudante aparece grávida nas imagens, do lado de fora de uma delegacia de atendimento à mulher. "Ele falou: "Se você for à delegacia ou em qualquer lugar, mato você, mato sua família, mato suas amigas"", dizia ela. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.