Nossa SP quer Plano Diretor menos desigual

A Rede Nossa São Paulo publicou ontem um manifesto pedindo que a revisão do Plano Diretor Estratégico (PDE) priorize a redução das desigualdades na capital. A partir de hoje, a população poderá participar de oficinas para a elaboração de propostas para a revisão do PDE.

O Estado de S.Paulo

08 Junho 2013 | 02h04

"A desigualdade está na origem de todos os grandes problemas que a cidade enfrenta hoje", afirmou o coordenador da secretaria executiva da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew. "Enfrentar a desigualdade é uma escolha que precisa ser feita."

Segundo a Rede Nossa São Paulo, dos 96 distritos da capital, 45 não possuem biblioteca, 56 não têm equipamento de esportes e 38 não contam com parque. Além disso, 10 distritos concentram 37% dos empregos.

Soluções para esses problemas podem ser apresentadas a partir das 8h de hoje, em oficinas organizadas pela Prefeitura nas Subprefeituras Santana/Tucuruvi, Jaçanã/Tremembé e Vila Maria/Vila Guilherme.

Os interessados serão divididos em grupos para debater alguns pontos e formatar suas propostas para o PDE. "Fazemos essas oficinas para que esta etapa não seja apenas um balcão onde as pessoas depositam suas ideias", disse a secretária adjunta de Desenvolvimento Urbano, Tereza Herling. Mais informações: http://gestaourbana.prefeitura.sp.gov.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.